Gilson na Corrida da lua cheia em 4º lugar

No último Sábado, 11 de Fevereiro, Gilson Roberto Rodrigues esteve em Curitiba-PR, onde participou da 109º CORRIDA DA LUA CHEIA. Conquistando mais um troféu para o atletismo tenenteano, ficando em 4° Lugar Geral ao percorrer 8,3 quilômetros em 31 minutos e 44 segundos.

O atleta agradece a Academia Atitude Corporal, Assis Supermercados, Farmácia Masterfarma e ao apoio de amigos e familiares.

Hits: 12

1ª COPA RIO NEGRO DE BASQUETEBOL MASCULINO ADULTO

Foi realizado neste último domingo (12/02), tendo por local o G.E. José Muller a “1ª Copa Rio Negro de Basquetebol Masculino Adulto”. Competição esta que contou com a participação de 4 equipes, oriundas de Canoinhas, Joinville e Rio Negro, onde foram realizados 4 jogos de bom nível técnico.

SEMIFINAIS
Pela manhã foram realizadas as duas semifinais, onde no 1º jogo, em uma partida muito equilibrada, com as duas equipes se empenhando muito na marcação, a equipe da casa venceu o Blackstar “A” por 24×23. Já na segunda semifinal, a equipe da Liga das Sombras (aproveitando melhor o seu banco de reservas) venceu o Blackstar Máster por 55×45.

DECISÃO MEDALHA DE BRONZE
Na partida envolvendo as duas equipes do Blackstar, a equipe “A” levou a melhor e venceu a partida por 62×52, com destaque para a alta média de pontos desta partida.

FINAL
Na grande final, envolvendo as equipes da SMEL-Rio Negro e da Liga das Sombras, uma partida bem movimentada, com várias alternâncias, com cada equipe vencendo 2 quartos, onde ao final a Liga das Sombras venceu por 32 x 31.

A SMEL – RIO NEGRO agradece e parabeniza a todas as equipes e seus respectivos atletas, pelo belo evento realizado, onde o mesmo não seria possível sem a colaboração de todos.

Hits: 9

Agronegócio impulsiona mercado de trabalho no Paraná

A tão esperada safra recorde de grãos de verão no Paraná já começou a ser colhida. Os número previstos pela Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento para feijão, soja e milho é de 23,3 milhões de toneladas de grãos colhidos nesta safra 2016/17 . Este montante representa um aumento de 15% no comparativo com o mesmo período ano passado – que foi de 20.2 milhões de toneladas.

Dados como estes demonstram o bom momento que vive o agronegócio e, com ele, as oportunidades para novos postos de trabalho. Clodoaldo Batista,  executivo da NOSSA Gestão de Pessoas, explica que toda essa movimentação é excelente para  o mercado de trabalho das  grandes empresas do agronegócio – que estão  principalmente nas cidades do interior:
“Fomos contactados por uma grande empresa de consultoria que faz contagem de soja em todo o Brasil. Isto sinaliza que o setor está contratando mais, principalmente em setores de apoio ao agronegócio. Ainda temos muitas oportunidades na indústria, na saúde e no comércio, mas o agronegócio será um setor bem direcionado e forte para 2017.” afirma Clodoaldo.

Dentro de toda a cadeia periférica que abastece o agronegócio, vários nichos estão se beneficiando da alta da safra recorde. Considerando a mão de obra terceirizada, que é muito forte com serviços, Clodoaldo aponta a cadeia final como um grande celeiro de oportunidades – justamente quando o escoamento de toda a safra chega na indústria de alimentos: “Hoje está  muito forte a parte da logística e a fatia final que é indústria. A necessidade de mão de obra está justamente aí, no apoio para que toda a safra chegue na produção destes alimentos.”

Gargalos e oportunidades

Na análise de Clodoaldo, os chamados ‘gargalos logísticos’ melhoraram um pouco no Paraná, porém a estrutura ainda está longe do ideal perdendo espaço para portos como o de Santos e Itajaí – mesmo com as recentes melhorias anunciadas nos portos do litoral Paranaense, mas mesmo assim o escoamento seguirá com força e as as oportunidades para a criação de novos postos de trabalho também:

“Todas as grandes empresas que são referência no agronegócio estão no interior. Os grandes polos do Paraná  são Londrina, Ponta Grossa, Cascavel e Maringá e estas cidades já estão preparadas para receber esta mão de obra. No interior tem muito emprego e as condições das cidades são excelentes. Quem tiver vontade e disposição nestes polos no interior vai encontrar boa qualidade de vida e excelentes oportunidades” completa Clodoaldo Batista.

Dentre todos os setores indiretos do agronegócio, a  logística e as embalagens são os que mais se beneficiam do bom momento vivido pela super safra deste ano.


Foto: Gabriel Montanha/Pixabay –  Divulgação

Sobre a Nossa

Criada em Curitiba no ano de 1993, a NOSSA se dedica em buscar soluções para contratação de pessoas para contratações efetivas, trabalhos temporários e terceirização de pessoal. Os profissionais são especializados em definir as melhores estratégias, de acordo com as necessidades da empresa-cliente. O leque de serviços abrange todo o processo de recrutamento, seleção, orientação e contratação de profissionais para trabalhos permanentes e temporários. Além disso, desenvolve projetos especiais. A NOSSA cuida do recrutamento, de todo o processo legal das contratações e também do gerenciamento das equipes.

Sobre a KAKOI Comunicação

A KAKOI Comunicação é uma empresa cujo objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado. A kakoi conta com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.

Fonte: KAKOI Comunicação


Aroldo Antonio Glomb Junior
Assessor de Imprensa
Fone: 41 9743-5968 | Skype: aroldo.antonio.gomb.junior

Hits: 9

AMP firma parceria com Escola de Gestão para capacitação nos municípios

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná), Ricardo Ortina, formalizou parceria com a Escola de Gestão do Paraná para ofertar cursos e seminários aos servidores dos 399 municípios do Estado. As ações fazem parte do Programa de Aprendizagem para Resultados, desenvolvido pela Escola de Gestão, com financiamento do BIRD (Banco Mundial), voltado ao desenvolvimento de competências essenciais de gestão pública.

O programa conta com 11 trilhas de conhecimento. Para cada uma delas, está previsto um conjunto de cursos e seminários, nas modalidades presencial e à distância, que abordam diversas áreas como: gestão estratégica voltada para resultados, modelagem de indicadores, monitoramento e avaliação, gestão de projetos, gestão de processos, gestão de pessoas para resultados, gestão da cadeia de suprimentos, orçamento para resultados, gestão de serviços públicos, dentre outros.

De acordo com o presidente da AMP, Ricardo Ortina, a parceria com a Escola de Gestão é muito importante e terá papel decisivo nas administrações públicas municipais. “Será uma ferramenta crucial para garantir que os prefeitos, secretários e técnicos dos municípios se qualifiquem mais e possam, desta maneira, oferecer serviços cada vez melhores para os moradores das suas cidades. Por esta razão, a iniciativa merece parabéns e tem todo apoio da AMP”, destacou.

Demandas prioritárias

A diretora da Escola de Gestão, Francine Lia Wosniak, afirma que por meio da parceria com a AMP será possível identificar as demandas prioritárias das prefeituras e das microrregiões, customizando ações de capacitação estratégicas vinculadas às reais demandas e necessidades municipais. “Os governos locais sofrem crescentes pressões no sentido de adequar suas instituições e modos de agir às expectativas do mundo contemporâneo. O caráter dinâmico da gestão pública conduz à redefinição de estratégias, planos e capacidade de inovação contínua, assim como à implementação de instrumentos, procedimentos e formas de atuação. É nesse contexto que a Escola de Gestão poderá auxiliar os municípios paranaenses, explicou.

Atualmente, a Escola de Gestão já mantém parcerias com a Assembleia Legislativa, Poder Judiciário e Ministério Público Estadual para capacitação de agentes públicos. (Fonte: Escola de Gestão/Secretaria Estadual da Administração, com AMP)

 

Hits: 14

CGU propõe parceria e diálogo com prefeitos para garantir mais transparência e combater corrupção nos municípios

O chefe da CGU (Controladoria Geral da União) no Paraná, Moacir Rodrigues de Oliveira, propôs aos prefeitos do Estado diálogo e parceria para aumentar a transparência e evitar a corrupção nos municípios. A proposta foi feita durante o “Encontro Município Transparente”, promovido nesta segunda-feira (dia 6) pela CGU-PR, na sede da Polícia Rodoviária Federal, em Curitiba.

Oliveira disse que a responsabilidade da CGU é desenvolver um trabalho com os prefeitos baseado na busca de soluções para os problemas enfrentados pelos municípios em relação a temas como a transparência, a eficiência e o controle social dos gastos públicos. “Queremos ter uma relação de confiança com vocês, algo que só se faz com olho no olho, e discutir as soluções para os problemas”, propôs.

O chefe da CGU no Paraná também pediu que os prefeitos fiquem atentos à legislação que trata destes temas, como a Portaria 424/2016, que trata das normas relativas às transferências de recursos da União mediante convênios e contratos de repasse. Ele orientou-os a tomar cuidado com temas como a definição precisa dos objetos de licitação (que costumam dar problemas nas concorrências públicas) e propôs a criação de órgãos de controle interno.

Oliveira afirmou ainda que está consciente de que muitos problemas não ocorrem por má fé dos prefeitos, mas por desconhecimento da lei. E também apresentou o Painel dos Municípios, portal criado pela CGU que apresenta informações sobre transparência, recebimento de recursos federais . O portal pode ser acessado no link:   http://paineis.cgu.gov.br/index.htm.

Exigências legais

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná), Ricardo Ortina, representou os 399 prefeitos do Estado no encontro. Ele elogiou a iniciativa da CGU e defendeu a necessidade de os prefeitos se qualificarem mais e serem transparentes na administração pública municipal. “Está cada vez mais difícil ser prefeito. Vocês são heróis, mas devem tomar cuidado para não serem acusados de serem vilões. Para isso, é fundamental cuidar bem do patrimônio público e ser transparente com a sociedade e com os órgãos de controle”, comentou Ortina, que participou da abertura do encontro ao lado de Moacir Rodrigues de Oliveira; do controlador-geral do Paraná, Carlos Eduardo de Moura; e do superintendente da PRF do Paraná, Adriano Furtado.

Na abertura, a organização do encontro exibiu vídeo com o presidente Michel Temer e com o ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, Torquato Jardim. No vídeo, o ministro pediu que os prefeitos fiquem atentos às exigências legais para evitarem problemas, especialmente nas áreas de saúde e de educação (responsáveis por 67% dos problemas de fiscalização) e também disse que está aberto ao diálogo para ajudar os gestores na condução dos seus municípios.

 

Assessoria de Comunicação da AMP

Aurélio Munhoz. Reg.Mtb: 2.635/PR

Telefones: 41-3223-5733 e 41-99544-0404

Hits: 9