Escola Estadual Inácio Schelbauer é premiada na Olimpíada de Língua Portuguesa

Escola foi destaque em três categorias deste evento nacional

A Escola Estadual Inácio Schelbauer foi mais uma vez destaque na Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa “Escrevendo o Futuro”.  Nesta 5ª edição do evento, a escola conquistou medalhas em três categorias: poemas, memórias literárias e crônica. A premiação aconteceu no dia 13 de dezembro de 2016, em São Paulo.

A cerimônia foi marcada pela mobilização, articulação e o engajamento das comunidades escolares comprometidas com a qualidade da educação pública brasileira. Na ocasião, a professora rionegrense Juliana Wilczek de Oliveira foi convidada pela coordenação da Olimpíada para discursar sobre a experiência no evento, em nome de todos os professores participantes. Em sua fala, ela evidenciou o reconhecimento e valorização do professor no trabalho de sala de aula. Ao todo, foram 4.873 municípios inscritos na Olimpíada de Língua Portuguesa, mais de 80 mil professores e cerca de 5 milhões de alunos participantes. O tema para 2016 foi “O lugar onde vivo”, dividido em quatro gêneros textuais: Poema, Memórias Literárias, Crônica e Artigo de Opinião.

POEMA

Nesta categoria a aluna Yasmin Nentwig Komochena, do 6º ano da Escola Estadual Inácio Schelbauer, e sua professora orientadora Juliana Wilczek de Oliveira, conquistaram a medalha de prata, com a poesia “Rabiscos e Encantos”. A semifinal aconteceu em Salvador, na Bahia, onde as duas participaram de passeios e atividades especiais. Na ocasião, a professora Juliana foi premiada pelo seu relato de prática “O voo dos pequenos pássaros”.

MEMÓRIAS LITERÁRIAS

Nesta categoria a aluna Adélia Cristina Cordeiro Gonçalves, do 8º ano da Escola Estadual Inácio Schelbauer, e sua orientadora a professora Carla Borba, na ocasião representada pela professora Juliana, conquistaram a segunda colocação e medalha de prata, com o texto “Sabiás na chuva”. Para a produção do texto a aluna realizou uma entrevista com um morador antigo de Rio Negro. As etapas finais aconteceram em Fortaleza, Ceará. Aluna e professora participaram de passeios e atividades para aprimorar o talento para a escrita. Na ocasião, a professora Juliana foi novamente premiada pelo seu relato de prática “A fonte que a montanha guarda”.

CRÔNICA

A aluna Valéria Laroca Martins, do 9º ano da Escola Estadual Inácio Schelbauer e a professora orientadora Carla Borba, representada pela professora Juliana, conquistaram com a produção textual “Qual é a sua?” a terceira colocação e medalha de bronze na categoria “Crônica”. Valéria competiu com estudantes do último ano do Ensino Fundamental e do primeiro ano do Ensino Médio das escolas públicas de todo o país. O encontro regional aconteceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde elas também participaram de passeios e de um workshop na área.

RESULTADOS

Para a Escola, a o participar da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro todos saem ganhando. Professores tem a oportunidade de refletir e compreender a inda mais a função social da escrita. Para os estudantes a produção de textos possibilita a ampliação de suas competências na linguagem oral, na leitura e na escrita. A Direção e a família Inácio Schelbauer agradecem ao apoio recebido dos pais, da diretoria e coordenadoria da Escola Municipal Ricardo Nentwig, bem como a Secretária Municipal da Educação, Jussara do Rocio Heide, e a Rádio Nova Era, que tornaram esse sucesso possível.

 

Continue lendo Escola Estadual Inácio Schelbauer é premiada na Olimpíada de Língua Portuguesa

Hits: 27

Richa abre encontro de gestores municipais de saúde

Richa abre encontro de gestores municipais de saúde O governador Beto Richa abriu os trabalhos do Encontro de Gestores Municipais de Saúde na manhã desta terça-feira (14), no Expo Unimed, em Curitiba. O encontro, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, apresenta aos prefeitos e secretários municipais de saúde dos 399 municípios paranaenses os programas estratégicos e ações desenvolvidas pelo Governo no setor. Cerca de 800 pessoas participam do encontro, que segue até a quarta-feira (15).

Richa lembrou dos avanços na área da saúde no Paraná e destacou que o governo destinou, entre 2011 e 2016, R$ 15 bilhões ao setor – mais que o dobro do que os oito anos da gestão anterior. “Posso dizer com muito orgulho e segurança que o Paraná é referência nacional na área da saúde. Temos vistos muita dificuldade na saúde pública no Brasil, mas em nosso Estado, graças aos investimentos do nosso governo e ao ajuste fiscal que fizemos, temos recursos para investir nesta área essencial”, disse.

AÇÕES – Richa citou o Mutirão de Cirurgias Eletivas, que ao longo do ano passado atendeu 50 mil pacientes de todo o Estado. Ele também destacou a entrega, aos municípios, de 800 ambulâncias e 2,3 mil veículos de transporte sanitário, além do uso das aeronaves do Estado para o transporte de pacientes em situação de emergência e de órgãos para transplante.

“Somente o helicóptero que está baseado em Cascavel completou, na semana passada, mil atendimentos sem perder uma única vida. Além disso, o Paraná triplicou o número de transplantes, passando do décimo lugar no Brasil, em 2011, para o segundo, em 2016”, salientou. “Enquanto eu for governador, os gestores municipais poderão contar com o nosso apoio irrestrito para administrarem melhor o setor nas cidades onde atuam”, enfatizou Richa.

O EVENTO –
Nos dois dias de evento, os gestores podem tirar dúvidas quanto às formas de financiamento, as contrapartidas previstas e os canais disponíveis para ampliar o acesso da população à saúde pública. Na programação estão palestras e painéis sobre gestão do sistema de saúde e apresentação de projetos do governo e de cases de ações desenvolvidas por equipes municipais.

O secretário de Estado da Saúde,
Michele Caputo Neto, explicou que o encontro segue o que foi iniciado em dezembro do ano passado, quando o Governo do Estado reuniu, em Foz do Iguaçu, os prefeitos eleitos e reeleitos para apresentar as ações de todas as secretarias. “Temos uma série de políticas de incentivos que beneficiam diretamente as prefeituras. Por isso, este encontro é fundamental para que prefeitos e secretários saibam de que forma podem acessar esses recursos”, disse.

De acordo com o Caputo Neto, uma equipe multiprofissional da Secretaria está à disposição dos gestores municipais para prestar assessoria e suporte técnico aos gestores municipais. A prática vem ao encontro da política municipalista do governo Richa. “Trata-se de um momento de diálogo, onde vamos ouvir as demandas dos gestores e apresentar o que temos a oferecer para auxiliá-los neste desafio de gerir a rede pública de saúde local”, explicou o secretário de saúde.

PARCERIAS – O prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Micheletto, ressaltou o apoio do Governo aos municípios paranaenses. “Assis Chateaubriand, assim como os demais municípios paranaenses, passa por uma revolução na área da saúde, porque temos um parceiro fantástico que é o Governo do Estado”, afirmou Micheletto. “É importante termos um governador municipalista, que tem olhado com carinho e responsabilidade para as prefeituras. Temos um governo que aporta recursos e faz investimentos para contribuir com os municípios que passam por dificuldades”, completou.

O secretário Municipal de Saúde de Curitiba, João Carlos Baracho, ressaltou a assessoria da Secretaria Estadual da Saúde aos municípios. “Neste momento, em que há uma renovação dos quadros municipais, é importe que a Secretaria apresente seus programas para que possa ser traçada uma estratégia com as prioridades da saúde no Estado”, disse. “A parceria com Curitiba é de extrema importância, porque a capital atravessa dificuldades, fruto do ocorrido na gestão passada, mas estamos encontrando caminhos para que a cidade volte a ser referência no Estado e no cenário nacional”, salientou.

O secretário de Saúde de Tibagi, Wilson Silva Junior, afirmou que o encontro é importante para que os gestores que iniciam agora o mandato possam aproveitar os programas da área. “Temos a oportunidade de nos familiarizar com outros gestores, conhecer as realidades de outros municípios e as políticas públicas que o Estado oferece principalmente aos municípios pequenos”, explicou. “Hoje precisamos estruturar os programas de atenção primária, como programa de saúde da família, o centro de atenção psicossocial e as unidades de pronto atendimento. Por isso é importante trabalhar em conjunto para buscar recursos e orientações”, destacou.

DIVISÃO –
O Sistema Único de Saúde delimita uma divisão particular das responsabilidades no setor, no que se refere às instâncias municipais, estaduais e federais. Um dos objetivos do encontro é esclarecer esta divisão aos gestores.

A União, por exemplo, é responsável pelo planejamento e fiscalização do SUS. Para os estados fica o papel de criarem políticas públicas próprias e ajudar na execução da política nacional de universalização da saúde. Já os municípios devem garantir o acesso a serviços básicos de saúde (primeiro atendimento).

No Paraná, o Governo do Estado é responsável por uma série de programas que beneficiam diretamente os municípios, como a Rede Mãe Paranaense, de atenção materno-infantil; HOSPSUS, que beneficia hospitais públicos e filantrópicos que atendem pelo SUS; APSUS, de qualificação da atenção primária à saúde; e o VigiaSUS, que busca fortalecer e qualificar as ações de Vigilância em Saúde em todos os municípios do Paraná, entre outros.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os secretários do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior; do Esporte e Turismo, Douglas Fabrício; e da Comunicação Social, Márcio Villela; os presidentes da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Guimarães Junqueira; do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), Cristiane Pantaleão; e da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio Geara; o procurador de Justiça Marco Antonio Teixeira; os deputados federais Luciano Ducci e Leandre dal Ponte; e os deputados estaduais Guto Silva, Pedro Lupion; André Bueno, José Carlos Schiavinato, Doutor Batista, Élio Rush, Fernando Scanavaca, Bernardo Carli, Tiago Amaral e Alexandre Curi.

Hits: 9

Gilson na Corrida da lua cheia em 4º lugar

No último Sábado, 11 de Fevereiro, Gilson Roberto Rodrigues esteve em Curitiba-PR, onde participou da 109º CORRIDA DA LUA CHEIA. Conquistando mais um troféu para o atletismo tenenteano, ficando em 4° Lugar Geral ao percorrer 8,3 quilômetros em 31 minutos e 44 segundos.

O atleta agradece a Academia Atitude Corporal, Assis Supermercados, Farmácia Masterfarma e ao apoio de amigos e familiares.

Hits: 12

1ª COPA RIO NEGRO DE BASQUETEBOL MASCULINO ADULTO

Foi realizado neste último domingo (12/02), tendo por local o G.E. José Muller a “1ª Copa Rio Negro de Basquetebol Masculino Adulto”. Competição esta que contou com a participação de 4 equipes, oriundas de Canoinhas, Joinville e Rio Negro, onde foram realizados 4 jogos de bom nível técnico.

SEMIFINAIS
Pela manhã foram realizadas as duas semifinais, onde no 1º jogo, em uma partida muito equilibrada, com as duas equipes se empenhando muito na marcação, a equipe da casa venceu o Blackstar “A” por 24×23. Já na segunda semifinal, a equipe da Liga das Sombras (aproveitando melhor o seu banco de reservas) venceu o Blackstar Máster por 55×45.

DECISÃO MEDALHA DE BRONZE
Na partida envolvendo as duas equipes do Blackstar, a equipe “A” levou a melhor e venceu a partida por 62×52, com destaque para a alta média de pontos desta partida.

FINAL
Na grande final, envolvendo as equipes da SMEL-Rio Negro e da Liga das Sombras, uma partida bem movimentada, com várias alternâncias, com cada equipe vencendo 2 quartos, onde ao final a Liga das Sombras venceu por 32 x 31.

A SMEL – RIO NEGRO agradece e parabeniza a todas as equipes e seus respectivos atletas, pelo belo evento realizado, onde o mesmo não seria possível sem a colaboração de todos.

Hits: 8

Agronegócio impulsiona mercado de trabalho no Paraná

A tão esperada safra recorde de grãos de verão no Paraná já começou a ser colhida. Os número previstos pela Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento para feijão, soja e milho é de 23,3 milhões de toneladas de grãos colhidos nesta safra 2016/17 . Este montante representa um aumento de 15% no comparativo com o mesmo período ano passado – que foi de 20.2 milhões de toneladas.

Dados como estes demonstram o bom momento que vive o agronegócio e, com ele, as oportunidades para novos postos de trabalho. Clodoaldo Batista,  executivo da NOSSA Gestão de Pessoas, explica que toda essa movimentação é excelente para  o mercado de trabalho das  grandes empresas do agronegócio – que estão  principalmente nas cidades do interior:
“Fomos contactados por uma grande empresa de consultoria que faz contagem de soja em todo o Brasil. Isto sinaliza que o setor está contratando mais, principalmente em setores de apoio ao agronegócio. Ainda temos muitas oportunidades na indústria, na saúde e no comércio, mas o agronegócio será um setor bem direcionado e forte para 2017.” afirma Clodoaldo.

Dentro de toda a cadeia periférica que abastece o agronegócio, vários nichos estão se beneficiando da alta da safra recorde. Considerando a mão de obra terceirizada, que é muito forte com serviços, Clodoaldo aponta a cadeia final como um grande celeiro de oportunidades – justamente quando o escoamento de toda a safra chega na indústria de alimentos: “Hoje está  muito forte a parte da logística e a fatia final que é indústria. A necessidade de mão de obra está justamente aí, no apoio para que toda a safra chegue na produção destes alimentos.”

Gargalos e oportunidades

Na análise de Clodoaldo, os chamados ‘gargalos logísticos’ melhoraram um pouco no Paraná, porém a estrutura ainda está longe do ideal perdendo espaço para portos como o de Santos e Itajaí – mesmo com as recentes melhorias anunciadas nos portos do litoral Paranaense, mas mesmo assim o escoamento seguirá com força e as as oportunidades para a criação de novos postos de trabalho também:

“Todas as grandes empresas que são referência no agronegócio estão no interior. Os grandes polos do Paraná  são Londrina, Ponta Grossa, Cascavel e Maringá e estas cidades já estão preparadas para receber esta mão de obra. No interior tem muito emprego e as condições das cidades são excelentes. Quem tiver vontade e disposição nestes polos no interior vai encontrar boa qualidade de vida e excelentes oportunidades” completa Clodoaldo Batista.

Dentre todos os setores indiretos do agronegócio, a  logística e as embalagens são os que mais se beneficiam do bom momento vivido pela super safra deste ano.


Foto: Gabriel Montanha/Pixabay –  Divulgação

Sobre a Nossa

Criada em Curitiba no ano de 1993, a NOSSA se dedica em buscar soluções para contratação de pessoas para contratações efetivas, trabalhos temporários e terceirização de pessoal. Os profissionais são especializados em definir as melhores estratégias, de acordo com as necessidades da empresa-cliente. O leque de serviços abrange todo o processo de recrutamento, seleção, orientação e contratação de profissionais para trabalhos permanentes e temporários. Além disso, desenvolve projetos especiais. A NOSSA cuida do recrutamento, de todo o processo legal das contratações e também do gerenciamento das equipes.

Sobre a KAKOI Comunicação

A KAKOI Comunicação é uma empresa cujo objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado. A kakoi conta com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.

Fonte: KAKOI Comunicação


Aroldo Antonio Glomb Junior
Assessor de Imprensa
Fone: 41 9743-5968 | Skype: aroldo.antonio.gomb.junior

Hits: 9

A rádio que toca seu coração