Arquivo da categoria: Saúde

Saúde Bucal de Campo do Tenente concorrendo à premio Nacional

CRO-PR inicia avaliação dos municípios que correm ao primeiro prêmio nacional CFO de saúde bucal.
Nesta sexta-feira, 17, na sede do CRO-PR em Curitiba, foi realizada a primeira reunião da comissão especial que fará a avaliação dos trabalhos enviados pelos municípios para concorrer ao primeiro Prêmio Nacional CFO de Saúde Bucal.
O objetivo do prêmio é promover a saúde bucal nos municípios brasileiros através da avaliação de diversos critérios relativos aos investimentos no setor de Odontologia dentro do orçamento Geral das secretarias municipais de saúde, assim como as ações realizadas com foco na melhoria do atendimento público em saúde bucal.
A comissão de avaliação é formada pelo CD Dr. César José Campagnoli, do CESCAGE, a CD Dra. Maria Lucia Tozetto Vettorazzi do Instituto Federal do Paraná, CD Dra. Marcia Helena Baldani Pinto, da Universidade Estadual de Ponta Grossa, CD Dra. Gabriela Pereira Afonso e CD Dra. Carolina De Oliveira Azim Schiller, ambas da Divisão de Saúde Bucal da Secretaria de Estado da Saúde-SESA, CD Dra. Marilisa Carneiro Leão Gabardo, da Universidade Positivo e a Coordenadora Estadual de Saúde Bucal, Dra. Erika Luiza Da Silva Feller. A comissão é inteiramente composta por Cirurgiões-Dentistas dissociados das municipalidades.
“Teremos bastante trabalho pela frente, pois os relatórios recebidos tem muitas informações e o faremos com muito respeito, pois temos certeza que foram elaborados com muito profissionalismo, por pessoas que têm verdadeiro interesse pelo bem da Odontologia”, comentou o Dr. Campagnoli.
A segmentação dos Municípios concorrentes é de até 50.000, de.50.001 a 300.000 e acima de 300.001 habitantes, conforme a portaria que criou o certame, conferidas com o Censo de 2010 do IBGE.
Até 50.000 habitantes, Agudos do Sul, Bituruna, Cambira, Campo do Tenente, Chopinzinho, Figueira, Goioxim, Ibiporã, Jaguariaíva, Lapa, Medianeira, Palmeira, Porto Vitória, Quitandinha, Santa Terezinha de Itaipu, São João do Triunfo, São Jorge D’ Oeste e Serranópolis do Iguaçu.
De 50.001 a 300.000 habitantes, Apucarana, Arapongas, Araucária, Cambé, Campo Largo, Município de Cascavel, Francisco Beltrão, Paranavaí e Pato Branco. Acima de 300.000 Curitiba e Ponta Grossa.
Fizemos um investimento muito grande na área de Saúde bucal nestes 03 anos, com cadeiras e equipamentos novos, readequação de horários de atendimento e formação constante dos profissionais que atuam em nosso município, tudo isso para proporcionar um melhor atendimento e estar entre os melhores do Brasil, graças ao esforço de nossos profissionais é motivo de orgulho para nossa equipe”Secretario de Saude Antonio Edson
Share Button

Hits: 4

Dia D de mobilização nacional para vacinação é dia 18 de agosto

Serão mais de 36 mil UBS abertas para vacinar contra Poliomielite e Sarampo

Na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo, espera-se vacinar mais de 11 milhões de crianças de um a menores de cinco anos. Neste ano, todas as crianças nessa faixa etária devem ser vacinadas, independente da situação vacinal.

A vacinação ocorre até o dia 31 de agosto e o dia D de mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto, em que mais de 36 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) de todo o país estarão abertas.

 

Calendário Nacional de Vacinação

Para a poliomielite, as crianças de um a menores de cinco anos que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já as que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Em relação ao sarampo, as crianças de um a menores de cinco anos receberão uma dose da vacina Tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Lembrando que os municípios que já utilizam o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI) — web, desktop ou API Web — para registros de ações de vacinação devem permanecer utilizando este sistema para registro e envio de dados, até que seja concluído o processo de integração com a base de dados do Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica (SISAB) pelo e-SUS AB. As orientações encontram-se disponíveis na Nota Informativa nº 167/2018-CGPNI/DEVIT/SVS/MS.

É importante que os estados e municípios mantenham o registro atualizado nos sistema de informação para que o Ministério da Saúde tenha conhecimento da real situação da cobertura vacinal no país.

O Ministério da Saúde oferta todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que estão disponibilizadas no SUS. Por ano, são cerca de 300 milhões de doses de imunobiológicos distribuídos em todo o país.

A ausência da Caderneta de Vacinação não é um impeditivo para vacinar. Toda pessoa pode ser vacinada nos postos de saúde, onde recebe um registro de controle da vacinação (cartão), podendo atualizar mais tarde a Caderneta. Se o usuário perdeu o cartão de vacinas, a orientação é que procure a unidade de saúde onde recebeu a última imunização para resgatar o histórico de vacinação e fazer a segunda via.

Share Button

Hits: 2

RIO NEGRO PLANEJA INAUGURAR SUA UPA ANO QUE VEM

Há anos a prefeitura paga o PA do Hospital Bom Jesus para atender o povo

Apesar da obra da UPA- Unidade de Pronto Atendimento estar em fase de conclusão, segundo estimativa da Secretaria Municipal de Saúde, a mesma deverá ser inaugurada no ano que vem.

A construção da UPA começou há alguns anos, onde a prefeitura na gestão passada fez os projetos da obra, licitou e utilizou todo o recurso disponibilizado pelo  governo federal para a obra de mais de R$ 1 milhão e mais um valor de R$ 235 mil da própria prefeitura para praticamente só levantar e cobrir a construção.

A gestão atual Paizani/professor James quando assumiu em 2.013, encontrou a construção totalmente paralisada por problemas de projetos e com a empresa construtora que abandonou a obra. Depois de tomar todas as medidas legais na Justiça e perante o Ministério da Saúde, o reinício da obra foi autorizado mais de um ano depois. Realizada nova licitação a empresa vencedora reiniciou a obra em março de 2014, mas por problemas financeiros não conseguiu dar sequencia na construção, rescindindo o contrato amigavelmente. Nova autorização de licitação foi buscada no Ministério da Saúde, que também demorou meses para acontecer. Empresas foram contratadas e realizaram novas obras e agora se aguarda a conclusão de acordo com apontamentos da arquiteta do  município Dilecta Schmidt.

A gestão atual já investiu desde 2014 mais de  R$ 1.466.873,38  para as obras da UPA apenas com recursos da própria prefeitura, que somados aos recursos gastos pela gestão passada de R$ 1.050.00,00 do governo federal  e mais R$ 235 mil da prefeitura, somam um investimento total de R$ 2.751.873,38 para as obras da UPA de Rio Negro até aqui. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde a obra está em fase final e prevê a  inauguração da UPA o ano que vem. Atualmente o serviço de Pronto Atendimento é realizado pelo Hospital Bom Jesus, que desde que assumiu a atual gestão  recebe R$ 460 mil mensais para atender os pacientes todos os dias por 24 horas.

A ampliação do valor, que na gestão passada, somadas as subvenções, era de apenas R$ 175 mil mensais, decorreu da necessidade de melhorar o serviço garantindo funcionamento do PA todos os dias por 24 h, que não ocorria a contento até 2013, até com o fechamento do PA por falta de médicos, em alguns períodos.

O aumento do valor pago pelo serviço do PA para R$ 460 mil mensais pela gestão atual da prefeitura, também ajudou o então, praticamente falido Hospital Bom Jesus, a afastar o risco de fechamento que vinha assombrando a comunidade Rionegrense até 2013.

Share Button

Hits: 2

MOVIMENTO NACIONAL DA LUTA ANTI MANICOMIAL

 

O CAPS – Rio Negro realizou na semana de 14 a 18 de maio  atividades em prol do Movimento Nacional da Luta Antimanicomial. Esse movimento compõe o cenário nacional de luta pelos direitos dos usuários e familiares a uma atenção digna dos serviços de saúde, por meio de ações que multiplicam e se pautam pela criatividade dos protagonistas, sempre com o foco na mudança do imaginário social sobre a loucura, que acreditam que as pessoas portadoras de transtornos mentais devem ser afastadas da convivência social; sendo que somente necessitam de apoio, orientações e respeito a sua condição; de forma a oportunizar avanço e melhora em sua qualidade de vida.

As atividades desenvolvidas durante a semana foram:

14/05 – Sessão de Cinema no Seminário Seráfico com a apresentação do filme “Colegas”, recebemos neste dia convidados, familiares e amigos dos usuários, e participação do CAPS de Mafra com usuários e profissionais;

15/05 – Realização de programa no Espaço Livre da TVRiomafra, abordando a tematica da Luta Antimanicomial e os eventos a serem realizadas durante a semana. Para quem desejar assistir, o mesmo esta disponivel na pagina de facebook da tvriomafra.

17/05 – Participação dos usuários e profissionais do CAPS de Rio Negro no III Seminário da Luta Antimanicomial, organizado pelo CAPS de Mafra;

18/05 –  Realização da IV Caminhada da Luta Antimanicomial, com organização do CAPS de Rio Negro, e participação de usuários, profissionais, familiares e amigos, Agentes Comunitarios de Saude de Rio Negro, Ouvidoria de Saude de Rio Negro, usuários e profissionais do CAPS de Mafra, Colégio Caetano, Colégio Bom Jesus, Projeto Circo Social.

Todas as atividades foram de imensa importância na promoção de reflexões sobre o cuidado em saude mental, fortalecendo o movimento nacional na Luta Antimanicomial. Aproveitamos para agradecer a todos os parceiros para a realização das atividades, em especial ao CAPS de Mafra e Secretaria de Saude de Mafra, Radio Difusora de Rio Negro, TVRioMafra, Carro de Som – Anselmo, Banda Marcial do Colégio Caetano, Polícia Militar de Rio Negro e ao Colégio Bom Jesus (Projeto Bom Jesus Social), Circo Social.

Vivian Jungles Barbosa – Coordenadora CAPS I Rio Negro.

Share Button

Hits: 3