Estudantes do Colégio Sesi Internacional vencem maratona da criatividade baseada em Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

No projeto, alunos trataram sobre consumo sustentável de copos descartáveis. O grupo concorreu com jovens de mais de 40 escolas brasileiras

Qual o impacto que você quer causar no mundo? Esta foi a pergunta feita para estudantes de 44 escolas de todo o Brasil no projeto Maratona da Criatividade, promovido pela Yes Intercâmbio em parceria com a Full Sail University e a ONU. Os alunos deveriam levar em conta a agenda de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para 2030 da ONU e gravar um vídeo falando sobre a mudança que querem ver na sociedade. O Colégio Sesi Internacional foi o vencedor.

Os alunos do ensino médio Júlia Lamari, Luana Carpinski, Gabriela Chiapetti, Isaque Vidal e Henrique Berguer produziram um vídeo e uma campanha com objetivo de diminuir e, futuramente, zerar o uso de copos descartáveis na escola. “O Colégio Sesi trabalha com seus alunos diferentes habilidades, para que eles tenham uma formação completa, apresentando inovação ligada à educação. A participação do colégio e a vitória são o reconhecimento do nosso projeto educacional e dos nossos alunos”, aponta João Eduardo Malheiros Pereira, coordenador de Educação do Colégio Sesi Internacional do Campus da Indústria.

O vídeo, que pode ser assistido aqui, procura estimular que alunos, professores e colaboradores façam uso de suas próprias garrafinhas de água, sem a necessidade de usar copos descartáveis – baseado nos 12º e 14º ODS, que apresentam propostas sobre o consumo e produção responsáveis; e proteção da vida marinha, respectivamente. “Além do prêmio, com a utilização da internet para veicular o vídeo, é possível ver um projeto que nasce dentro dos muros da escola ter um alcance global”, analisa João.

Os alunos tiveram apoio de professores nas salas de aula, durante os workshops ministrados no contraturno (after school workshops) e por monitorias via Skype ofertadas pela Yes Intercâmbio. “Além da maratona engajar os estudantes em inovação e sustentabilidade, apoia o Colégio Sesi em uma educação que desenvolve outras habilidades, como flexibilidade, comunicação e trabalho em grupo”, conclui João.

SOBRE O SISTEMA FIEP

O Sistema Fiep é composto pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL). As instituições trabalham integradas em prol do desenvolvimento industrial. Com linhas de atuação complementares, realizam a interlocução com instâncias do poder público, estimulam o fomento de negócios nacionais e internacionais, a competitividade, a inovação, a tecnologia e a adoção de práticas sustentáveis, e oferecem serviços voltados à segurança e saúde dos trabalhadores, à educação básica de crianças, jovens e adultos, à formação e aperfeiçoamento profissional, à formação de nível superior, além de capacitação executiva. Sistema Fiep: nosso i é de indústria.

 

Share Button

Hits: 0

Mathias Augusto Bohn – 113 anos do nascimento do Patrono da Escola Municipal

No dia 08 de março comemorou-se os 113 anos de nascimento do Ex-Prefeito Municipal Mathias Augusto Bohn. Para comemorar a data a Escola Municipal que leva o seu nome como patrono lembrou seus feitos em nosso município.

Mathias Augusto Bohn, Bonzito, como era conhecido, foi Prefeito de Rio Negro por duas vezes, de 05/11/1946 a 26/04/1947 e de 08/12/1947 a 08/12/1951. Durante suas duas gestões realizou grandes obras, dentre elas podemos destacar: Os primeiros calçamentos das principais ruas de Rio Negro;

Obras iniciais de serviços de água e esgoto; Construção do atual Colégio Estadual Dr. Ovande do Amaral;

Criação e instalação de 15 escolas rurais; Iluminação pública em diversas ruas centrais e nos bairros periféricos; Criação do nome Bairro Bom Jesus nominado anteriormente de Restinga; Entre muitas outras obras beneficentes de assistência e manutenção.

Mathias Augusto Bohn ficou conhecido como o Prefeito que plantou flores e escolas, faleceu no dia 10/05/1953, com apenas 48 anos de idade. Alunos, professores e funcionários da Escola Municipal Prefeito Mathias Augusto Bohn, muito se alegram em contar ao povo rionegrense as obras de um grande homem. Atualmente a escola localiza-se à Rua Brasília nº 73 no Bairro Volta Grande em Rio Negro.

A família ainda mantém contato com a escola, principalmente a filha Dinacy que nos presenteou com um lindo quadro do nosso Patrono.

Share Button

Hits: 19

MEC aumenta em 20% recursos para transporte escolar; no Paraná, valor passará para R$ 35,64 mil

A AMP (Associação dos Municípios do Paraná), a CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e as demais organizações municipalistas comemoram uma nova vitória. Após oito anos sem reajuste, o Ministério da Educação anunciou o aumento de 20% no valor per capita do transporte escolar no PNATE (Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar).

Com o aumento, a verba destinada ao PNATE crescerá R$ 120 milhões, montante a ser distribuído para todo o Brasil. O valor do programa passa de R$ 600 milhões para R$ 720 milhões. De acordo com o consultor em Educação da AMP, Jacir Machado, o valor destinado ao Paraná passará dos atuais R$ 29,70 milhões para R$ 35,64 milhões – um crescimento de R$ 5,94 milhões.

O presidente da AMP, 2º vice-presidente da eprefeito de Assis Chateubriand, Marcel Micheletto, comemora a conquista. “O governo atendeu a um pedido que vem sendo feito há anos pelas organizações municipalistas. O dinheiro será importante para reforçar o caixa dos municípios neste item tão importante como o transporte escolar”, comentou o presidente. Â

A CNM distribuiu nota informando que considera a iniciativa positiva, mas lembra que o reajuste anunciado não recupera a defasagem do per capita do transporte que atualmente é de 62,7% desde seu último reajuste. A CNM reafirma ainda a antiga reivindicação dos gestores municipais para aprovação dos projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional que propõem alterar a legislação vigente do Pnate de forma a garantir reajustes anuais dos valores per capita desse Programa, no mínimo pela inflação do exercício anterior.

O anúncio do aumento dos recursos foi feito pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, e pelo presidente da República, Michel Temer, na quarta-feira da semana passada (dia 28), em solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília.

O PNATE
O Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar foi instituído em 2004 pela Lei nº 10.880 e, atualmente, consiste na transferência automática de recursos financeiros para custear, em caráter suplementar, despesas com o transporte escolar de estudantes da rede pública de educação básica residentes em área rural.

Em 2017, o MEC anunciou um reajuste, também de 20%, no valor do repasse para a merenda escolar, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). “Naquela oportunidade, nós estávamos praticamente a seis anos sem reajustar o valor do repasse e consagramos aquela decisão e colocamos em prática através do MEC”, lembrou Mendonça Filho.

AMP entrega demandas dos municípios a deputados da Comissão Mista da Lei de Licitações

O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná), 2º vice-presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e prefeito de Assis Chateubriand, Marcel Micheletto, entregou a parlamentares da comissão mista que analisa o Projeto de Lei (PL) 6.814/2017 – a nova Lei de Licitações – documento contendo demandas dos municípios em relação ao tema. A entrega ocorreu durante reunião do Conselho Político da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), em Brasília, conduzida pelo presidente Paulo Ziulkoski.

O relator da proposta, deputado João Arruda (PMDB-PR), pretende apresentar o parecer no início de maio. Ele deve tratar, no relatório, dos valores para pregão eletrônico e dos prazos para as etapas das obras licitadas. “Tratamos em reunião da comissão sobre a importância de estabelecer uma pauta voltada aos Municípios, que sofrem diariamente no processo de concorrência pública, por conta da interferência do Ministério Público e do Judiciário. O nosso entendimento é exatamente dar garantias para todos os envolvidos nesse processo. Isso significa o setor público, a empresa contratada e outros setores empresariais para que a gente possa trabalhar com tranquilidade”, afirmou Arruda.

Também presente na reunião, o presidente da Comissão, deputado Augusto Coutinho (Solidariedade-CE), falou da difícil realidade enfrentada pelos gestores. “Sabemos das agruras e das dificuldades que vivem os Municípios. E o relator está sintonizado com esse sentimento”, destacou. Ele afirmou ainda que a proposta é desburocratizar e colocar responsabilidades, não só para quem contrata, mas também para quem é contratado. “A gente sabe da importância que tem essa matéria na vida do prefeito hoje”, concluiu.

A AMP e a CNM apontam que o projeto tem grande potencial no sentido de unificar e esclarecer a legislação atual. Além disso, a matéria deverá facilitar os processos de contratação de bens, serviços e obras, bem como melhorar a transparência. A entidade está contribuindo com a relatoria para atender às especificidades da gestão municipal. No documento entregue aos parlamentares, a Confederação destacou a necessidade de alterações referentes a quatro pontos principais:

1)Criação do Sistema Eletrônico Nacional Integrado de Contratos e Licitações Públicas (SNICP) 

A existência de diversos sistemas de compras públicas gera custos elevados na realização da licitação, bem como a diminuição de potenciais fornecedores – que se encontram dispersos em diferentes portais. Assim, a CNM defende que se busque uma solução integrada desde a própria lei de licitações, criando-se um sistema unificado de licitações.

A proposta é que o sistema – a ser desenvolvido e fornecido pela União -, integraria a administração pública direta e indireta dos Entes com os fornecedores interessados na prestação ou no fornecimento de produtos e serviços em âmbito nacional. Dessa forma, pretende-se atribuir a essa plataforma a condição de oficialidade no procedimento, seja na concorrência ou no pregão, permitindo que todos os atos sejam acompanhados pelos interessados.

Além disso, os instrumentos de composição do catálogo nacional padronizado de contratações seriam integrados à plataforma – auxiliando os Municípios que não possuem equipe técnica para melhor definição do objeto a ser licitado.

2)Exclusão da modalidade de licitação convite

A medida se justifica pelo advento do pregão, que visa a flexibilizar e a democratizar a participação de um maior número de concorrentes nos certames dos Entes da Federação. Há de se ressaltar, ainda, a constante controvérsia pelos órgãos de fiscalização e controle quanto à utilização do convite como modalidade, atrelando, em muitos casos de forma incorreta, a eventuais práticas de improbidade administrativa por parte dos gestores municipais.

Além disso, a alteração se mostra pertinente diante dos mecanismos condicionantes que foram inseridos no projeto de licitações nos casos de contratação direta (dispensa) – que poderão gerar mais problemas no que se refere à interpretação da norma.

3)Atualização dos valores da contratação direta (dispensa)

Um dos grandes problemas enfrentados na lei de licitações, em âmbito nacional, é a atualização dos valores na contratação direta. O valor conferido na lei não é suficiente para a aquisição ou a execução de serviços relevantes, de necessária contratação rápida, e cujo custo econômico da licitação não se justifica, casos em que a pesquisa de preço no mercado se faria suficiente

Destaca-se que a última alteração foi realizada em 1998, atribuindo o valor de R$ 8 mil para compras e serviços. A CNM sugere os seguintes valores: R$ 90 mil para obras ou serviços de engenharia; e R$ 45 mil para compras ou outros serviços. A entidade alerta, ainda, que os valores precisam ser atualizados com base em índices oficiais, definidos pela União, a fim de garantir a correção do poder aquisitivo da moeda.

4)Exclusão da publicação em jornal de grande circulação

Tendo em vista os critérios de economicidade e transparência dos atos administrativos, a supressão da exigência de publicação do aviso da licitação em jornal diário de grande circulação, como critério de validade, é medida que se impõe no atual cenário de eficiência na administração pública.

É importante ressaltar que a publicação gera custo excessivo e desnecessário, tendo em conta a divulgação no site da prefeitura e no Diário Oficial do Ente licitante. Além disso, caso acatada a sugestão relativa ao SNICP, não haveria a necessidade dessa publicação, já que o Sistema Eletrônico Nacional Integrado atribuiria a publicidade exigida no projeto.

Assessorias de Comunicação da AMP e do MEC

AURÉLIO MUNHOZ
Reg. Prof. Mtb: 2.635/10.
Telefones: 41-3223-5733 e 41-9544-0404.

Share Button

Hits: 5

CAMPO DO TENENTE REALIZA SEMANA PEDAGÓGICA PARA RETORNO DE PROFESSORES AO SEGUNDO SEMESTRE DE 2017

A Secretaria Municipal de Educação juntamente com a Prefeitura Municipal promoveu nos dias 24 e 25 de julho a II Semana Pedagógica Municipal para todos os Profissionais da Educação sendo os Professores, Educadores Infantis e Equipe da Secretaria de Educação, com objetivo de fortalecer ações pedagógicas relacionada ás praticas do dia a dia na sala de aula. No dia 24 o dia foi repleto de novidades e muitas sugestões de atividades com uma oficina ministrada pela professora Morjana Pereira Alves da compania Contar e Encantar de Mafra/SC, ela nos trouxe toda a magia da arte com o tema: Contação de Histórias, revelando as diversas formas de contar histórias, desde a entonação da voz, vestimentas, acessórios e adereços, cenário, dramatização, e tudo construído usando material reciclável para confecção de personagens. Neste mesmo dia para encerrar contamos com a presença do Vice Prefeito Cleomar Komarchewski e juntamente com a Secretaria faz a entrega de Livros de Histórias Infantis para cada Escola e Centro Municipal de Educação Infantil, que foram adquiridos para complementar o trabalho realizado e para ser suporte e instrumento de expansão do universo da leitura fazendo com que os alunos deem asas a imaginação e possam ampliar o vocabulário e o conhecimento.

No dia 25 em parceria com a Empresa Arauco a palestra foi ministrada pela Master Trainer em Programação Neurolínguistica e Oratoria Adelita Fernandes de São Bento do Sul que nos trouxe o conhecimento de que a PNL ajuda a pessoa a perceber o que tem de bom, de melhor, os seu comportamentos. Iniciou com a reflexão do “eu”. Quem sou Eu? Como eu me comporto perante a mim mesmo e perante o grupo a que pertenço? Eu faço minhas escolhas e sou fruto delas. Sempre há tempo de mudanças. Em qual frequência decido estar? Que sentimento escolho para minha frequência estar voltada para o amor, medo ou raiva? A tríade que comanda nossas ações- todo pensamento gera um sentimento que causa um comportamento. Gratidão diariamente pelo que sou, pelo que tenho. Qualidade de vida: mental, espiritual e física. A importância dos setenios na nossa vida. Os níveis da evolução humana.

A Secretária de Educação Marilene Aparecida Hornick fala que o bom trabalho e o resultado de uma educação de qualidade precisa ser pensada na estrutura para a formação do aluno e principalmente para a formação dos professores que são mediadores do conhecimento. Neste sentido a Secretaria procurou trazer as parcerias para Semana Pedagógica e retorno ao segundo semestre estes Profissionais que com muita sabedoria souberam mediar e ressignificar o aprendizado e a forma de ensinar. Nossos sinceros agradecimentos as parcerias e todos os Profissionais da Educação Municipal.

Share Button

Hits: 27

Professores de Campo de Tenente em Formação Continuada

A Secretaria Municipal de Educação realizou no dia 8 de junho no período noturno a formação continuada com os professores municipais.

A capacitação foi ministrada pela senhora Adelita Fernandes que abordou o tema PNL – Programação Neuro Línguistica.

A Secretaria Municipal Marilene Aparecida Hornick agradece a parceria com a Arauco que nos proporcionou essa excelente palestra.

 

Share Button

Hits: 23